Início » Umbanda e Orixás » Como Saber Meu Exu Pela Data de Nascimento?

Como Saber Meu Exu Pela Data de Nascimento?

Como Saber Meu Exu Pela Data de Nascimento? Respondido

Como posso saber o meu Exu pela minha data de nascimento? Apesar de algumas pessoas acharem que isso é possível, eu ainda sigo falando que desta forma não é possível!

Mas, pode sim existir uma coincidência ao se somar a data de nascimento e em seguida descobrir por outros meios qual o nome do Exu que lhe guarda ou aquele com quem vai trabalhar, se este for o caso.

Todos nós Umbandistas ou não temos um guardião, que recebem nomes diferentes de acordo com a religião que se professa, na Católica por exemplo teremos o Anjo de Guarda, na Umbanda apesar de também usarmos a nomenclatura Anjo de Guarda, sabemos que existe um Exu que nos guarda.

Na verdade os médiuns trabalhadores terão mais de um, um ou mais de trabalho e um que nos guarda. Por isso seria difícil através da data de nascimento ou de qualquer outra soma se chegar a estes nomes.

Veremos neste artigo como é possível descobrir o nome do Exu que te guarda, ou aquele com o qual trabalha ou irá trabalhar.

É possível saber o meu Exu Guardião pela minha data de nascimento?

Saber o meu Exu Guardião pela minha data de nascimento

Antes de tudo é bom que fique claro alguns pontos, o Exu para o qual trabalhamos está ligado diretamente as entidades que compõe a sua linhagem de trabalho.

Em outras palavras, antes de encarnarmos combinamos algumas coisas com a espiritualidade, e se aceitamos a missão de trabalhar na Umbanda teremos um “grupo” de espíritos que irão nos ajudar nesta missão.

E o Exu é um destes espíritos, que para nós naquele momento não tem a menor importância qual o seu nome! Ou seu ponto de força, ou até mesmo que tipo de magia carrega. Sabemos apenas que podermos contar com ele a qualquer momento.

Entretanto, existe uma disciplina espiritual que estamos longe de aprender.

Isso quer dizer que o Exu que lhe acompanha esta ligado diretamente aos seus Orixás de cabeça, o que chamamos de Orixá de frente e o Ajuntó ou De juntó ou apenas Juntó como alguns conhecem.

Pois bem, meu Exu de trabalho pode ser então um Exu da Minha Mãe Iemanjá ou do meu Pai Oxóssi, ou ainda posso ter mais de um Exu ligado apenas a um dos Orixás que ” carrego”.

Quer dizer que todo mundo que for filho de Oxóssi terá o mesmo Exu?

Sim, pode acontecer! Afinal quando falamos de Exu estamos falando de uma enorme falange e não existe apenas um.

Exu Marabô por exemplo, existem vários espíritos que atuam na falange do Sr. Marabô, por isso podemos ter em um mesmo terreiro e na mesma gira, mais de um Exu Marabô trabalhando.

Mas sem generalizar, você que está lendo este artigo e sabe que seu Pai é Oxóssi, não ache que seu Exu é o Sr Marabô, pode não ser, afinal tem outros Exus que trabalham para Oxóssi.

Ou ainda, seu Exu de trabalho ou guardião pode ser de sua Mãe de cabeça e não do seu Pai, percebe agora a dificuldade de se saber o nome através de somas ou de qualquer outra forma que não seja a revelação dele próprio?

Leia também: Quanto Tempo Demora um Trabalho de Exu a Fazer Efeito? E um Ebó?

Como posso saber quem é meu Exu Guardião na Umbanda?

Os Exus na Umbanda

Antes é preciso saber quem são seus pais de cabeça! E isso só conseguirá saber com a ajuda de um outro Exu (se ele tiver permissão para dizer), ou através de um Pai de Santo.

Mas, se você for candomblecista poderá através do jogo de búzios saber qual Exu é o seu de trabalho e protetor.

Ás vezes pode acontecer em um sonho, ou uma intuição, ou ainda em uma gira de desenvolvimento, seu Exu pode lhe dar o nome.

Eu preciso mesmo saber essa informação?

Precisar, precisar, não precisa. Porém, esta é uma curiosidade de todos os médiuns que trabalham com a incorporação tem.

Acredito que esta seja a primeira preocupação de quem inicia na Umbanda ou Candomblé, ou seja, saber quais os nomes das entidades com as quais trabalham.

Começam pelos pais de cabeça e depois pelas entidades de trabalho, me refiro aqui a todas as entidades de trabalho e não apenas Exus e Pombo Giras.

Um pai de Santo pode me ajudar a descobrir?

Sim pode. Seja através do jogo de búzios ou durante a incorporação do próprio Pai ou através da vidência (mediunidade que permite ver espíritos ás vezes apenas com os olhos da mente) se ele tiver.

Meu Exu está ligado obrigatoriamente aos meus Pais de Cabeça?

Primeiramente não existe nenhuma obrigatoriedade na Umbanda ou em qualquer outra religião, a nossa única obrigação é fazer o bem.

Mas em resposta a pergunta, não.

Seu Exu não precisa ser ou vir dos seus pais de cabeça, no geral eles estão ligados, porém existem outros casos.

Ás vezes gostamos tanto de um Exu que gostaríamos que ele fosse o “nosso e passamos a achar que ele é, e com isso acabamos por incorporá-lo, sem que isso seja uma farsa ou que haja algum tipo de desmerecimento por outros Exus.

Leia também: Como Conversar e Invocar Minha Pomba Gira e Ser Atendido?

Quem escolhe o Exu de trabalho e suas entidades?

As entidades da Umbanda

Nós é quem somos escolhidos, e não somos nós que escolhemos com quem iremos trabalhar.

Quando aceitamos a missão de trabalhar na Umbanda recebemos nossos pais de cabeça, a história é uma pouco mais longa, mas para simplificar, desde a nossa primeira encarnação na Terra “recebemos” uma Mãe que chamamos de ancestre, esta será nossa Mãe por todas as nossas reencarnações.

Porém para cada reencarnação, recebemos uma Mãe que nos acompanhará por toda aquela etapa de nossas vidas, por exemplo nesta encarnação eu sou filha de Mãe Iemanjá, mas meu ancestre, ou seja, minha Mãe de todas as encarnações desde o principio é Mãe Iansã.

Por isso, a cada nova encarnação teremos Exus e entidades de trabalho ligados aos nossos Pais de cabeça incluindo o ancestre.

Assim sendo, todas as entidades de trabalho estão ligadas diretamente aos nossos Pais, e não apenas os Exus e as Pombo Giras, mas os Baianos, Marinheiros, Eres, Ciganos, Pretos Velhos, etc., e ainda devemos levar em conta que poderemos ter mais de uma entidade de cada linha.

Isto explica porque uma filha de Iemanjá tem como Pombo Gira Maria Mulambo ( que no geral é Pombo Gira de Mamãe Oxum), e também uma Maria Padilha ( que esta ligada a Mãe Iemanjá), pois a composição dos pais é que determina seus nomes.

Percebem agora, porque não é possível descobrir seus nomes a partir da data de nascimento?

Para concluir

O mais correto é como dito anteriormente, é aguardar até que Eles digam seus nomes, ou que sejam revelados por um jogo de búzios ou ainda por um Pai de Santo.

Espero que este pequeno artigo tenha ajudado a muitos dos nossos irmãos da Umbanda e do Candomblé a entenderem um pouco melhor a questão da origem e da revelação dos nomes.

Além disso, a importância do nome é apenas para sabermos com quem trabalhamos. Porém, na verdade, não precisamos disto. O trabalho é que precisa ser feito e não importa por quem ou qual o nome de quem o fez, desde que se tenha realizado uma parte de nossas missões.

Então, por muito que queira saber essa informação, ela nem sempre é importante. Podemos viver sem saber ela sem qualquer problema, a única coisa pela qual pode querer saber é por curiosidade.

Devemos simplesmente agradecer aos Exus e entidades por nos ajudarem. Portanto, podemos fazer isso sem saber o seu nome. É algo que pode custar não saber, mas que na verdade não é tão importante assim.

Qualquer dúvida sobre como pode saber quem é o seu Exu através da data de nascimento, não hesite em deixar um comentário neste artigo.

Salve Todos os Exus e Pombo Giras, Salve Todo o Povo de Aruanda! Axé!

Leia também: Como saber minha Pomba Gira pela data de nascimento?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *